top of page

Luciane Mustafá vence o International Latino Book Awards

A escritora goiana Luciane Mustafá foi uma das escritoras brasileiras premiadas na última edição do prêmio International Latino Book Awards, com o seu livro 'Uma Vitória Interrompida: o início de tudo'.

A literatura brasileira é repleta de talentosíssimos escritores. Esses, por sua vez, são capazes de nos levar a lugares que só eles mesmos são capazes de criar.


São os escritores que nos tiram, muitas vezes, da cegueira do cotidiano, proporcionando a nós uma linda e extensa fonte de imaginação e ensinamentos.


Criatividade, determinação e desejo de tornar o mundo um lugar melhor, são alguns dos pilares que motivam a maioria dos escritores.


Na matéria de hoje, você vai conhecer um pouco da história de vida da escritora goiana Luciane Mustafá, uma das vencedoras do prêmio International Latino Book Awards.


Luciane Mustafá e sua relação com a literatura


Nascida em Goiânia, em 1973, Luciane Mustafá vem de uma família em que a arte sempre esteve presente, sobretudo a literatura.


Muito cedo, ainda com 7 anos de idade, começou a se interessar pela literatura e escreveu o seu primeiro livro.


No entanto, Luciane desconhecia, naquela época, a possibilidade de se tornar uma escritora publicada, ainda mais por ser tão jovem.


A ideia de publicar um livro, era, para ela, algo muito distante.


Além de gostar desse universo das palavras e das histórias, Luciane Mustafá também tinha um grande apreço pela música.


Com a sua mãe, aprendeu a tocar piano e se dedicou ao instrumento por muito tempo, tendo inclusive se formado em música e musicoterapia.


As duas vertentes se misturaram, transformando-a numa artista de palavras e melodias, elementos indispensáveis na composição de boas histórias.


Além disso, Luciane também escrevia poesias, que eram usadas por amigos na composição de músicas.


Em sua família, Luciane não é a única que escreve. Além dela, seu avô também foi escritor, assim como, alguns de seus primos.


Seu avô, um grande literato, falava nove idiomas e era um grande charadista premiado, conhecido pelo pseudônimo de "Tatagiba".


Como prova do envolvimento familiar com a literatura, Luciane Mustafá, na companhia de seus consanguíneos, escreveram um livro chamado Gerações, que é composto por textos de vários dos seus familiares.


Obstáculos enfrentados na carreira


Apesar de ter tido contato com a literatura desde muito pequena, Luciane Mustafá conta que enfrentou muitas dificuldades para conseguir reconhecimento com as suas obras.


Com a premiação, isso tem mudado.


Luciane também acredita no potencial da literatura como ferramenta capaz de mudar a vida das pessoas. Ela afirma que:


...todo livro tem que levar a pessoa a outro ponto de crescimento. Quando ela terminar aquele livro, pra mim, a pessoa tem que ter acrescentado algo na sua vida

Outro ponto muito importante abordado pela autora é o seu desejo interno de levar seus leitores a reflexões pertinentes em suas vidas:

É difícil alguém ler um livro meu, finalizar, e não repensar algo na sua vida... Por meio da literatura eu reconto a vida com as suas inquietações, sua beleza, seus mistérios e tesouros...

Uma Vitória Interrompida: o início de tudo


O livro narra a história de um grupo de personagens adolescentes e seus conflitos juvenis.


Luciane Mustafá nos apresenta um outro olhar sobre a adolescência, fazendo crer que, com o suporte adequado, a adolescência pode ser uma fase bonita da vida, e não o contrário.


O livro traz muitas reflexões sobre a educação, amizade, relações fragilizadas com os pais e, até mesmo, sobre assuntos relativos ao uso de drogas na adolescência.


Além deste, Luciane Mustafá também possui outros dois livros publicadas. São eles: O Despertar de uma Sinfonia (Editora Oxigênio) e Jovens e Sábias (SF Editorial).


Além da premiação com Uma Vitória Interrompida, Luciane também recebeu menção honrosa com o seu livro de contos Jovens e Sábias.


Sobre o prêmio


O International Latino Book Awards, visa "reconhecer a grandeza na literatura, homenageando autores, tradutores e ilustradores por seus livros escritos em inglês, espanhol e português."


Em sua última edição, foram dois escritores brasileiros vencedores.


Luciane Mustafá, com o seu livro Uma Vitória Interrompida: o início de tudo, na categoria Melhor Livro Jovem Adulto, e, Vitor Camargo de Melo, autor do livro Embaixo das Unhas, que venceu na categoria Melhor Livro de Ficção.


Conclusão


Luciane Mustafá foi uma das escritoras brasileiras premiadas no International Latino Book Awards.


Seu livro Uma Vitória Interrompida: o início de tudo, recebeu a premiação como Melhor Livro Jovem Adulto.


Em entrevista, Luciane Mustafá nos contou um pouco sobre sua carreira, suas obras e sobre o prêmio internacional que recebeu.


Vitor Camargo de Melo, autor de Embaixo das Unhas, também esteve entre os premiados. Sua obra venceu na categoria Melhor Livro de Ficção.


 

Entrevista realizada em 17/09/2022

 

Comentários


bottom of page