top of page

Entrevista com Nuzia Guiglermette: autora de "Rafa No Mundo Das Ciências"

Nuzia Guiglermette é autora da coleção de livros infantis chamada Rafa No Mundo Das Ciências e recentemente foi selecionada para compor a antologia Histórias de Halloween vol.2 da editora Mandrágora.

Nuzia começou a escrever em 2017, depois que seu filho mais velho teve que fazer uma pesquisa sobre Galileu Galilei para a escola.


Ao procurar por informações na internet, Nuzia notou que não havia material sobre Galileu para crianças.


Nuzia ficou pensando sobre essa falta de conteúdo para crianças e então decidiu escrever livros sobre cientistas brasileiros, com foco no público infantil.


O resultado disso foi a coleção de livros infantis chamada Rafa No Mundo Das Ciências, em homenagem ao seu filho Rafa.


Recentemente, através do Alerta Literário, Nuzia ficou sabendo da seleção para a antologia Histórias de Halloween, ao qual foi selecionada.


Leia a entrevista na íntegra com a autora



1- Nuzia, você foi selecionada na antologia Histórias de Halloween vol.2 da editora Mandrágora. O que você achou da experiência?


Foi uma experiência fantástica. Nunca tinha participado de uma seleção/concurso literário e logo de primeira veio esse presente, de ter um conto publicado nessa antologia.


2- Vamos conversar um pouco sobre a sua história. Me conta um pouco sobre o início da sua jornada como escritora...


Minha jornada como escritora começou em 2017, quando meu filho mais velho, na época com 8 anos, veio com uma pesquisa da escola sobre Galileu Galilei.


Nós fomos a internet pesquisar e quase não encontramos nenhum material para crianças sobre o assunto, o que me deixou espantada, pois Galileu é considerado o pai da ciência moderna, o inventor do telescópio e esse é um tema que as crianças adoram.


Esse assunto não saía da minha cabeça, então pensei, que sobre os cientistas brasileiros, teria menos material ainda, e infelizmente estava certa. Então tomei coragem, sentei e comecei.


Escrevi uma coleção de livros infantis chamada Rafa No Mundo Das Ciências, em homenagem ao meu Rafa, onde ele e seu amigo JP viajam pela história através de um livro mágico, conhecendo de perto os inventores e seus inventos.


Mas não parei aqui. Fiz um curso de Escrita Criativa em 2018, com o professor Rodrigo Gurgel, que me ajudou muito no processo inicial.


Hoje continuo estudando sobre escrita e participo de um clube de leitura, pois a leitura é fundamental para quem gosta e quer escrever


3- Quais histórias você já escreveu ou publicou?


Comecei com Rafa no Mundo das Ciências, ano passado lancei o primeiro volume da coleção, que é sobre Bartolomeu de Gusmão, que foi até Portugal colocar o primeiro balão no ar para o rei de Portugal, D. João V e toda sua corte em 1709.


Já tenho outros cientistas prontinhos como Carlos Chagas e a doença de chagas, a querida Duília de Mello, astrônoma que descobriu uma supernova em 1997, Manoel de Abreu e a abreugrafia que salvou muitas vidas da tuberculose, o queridinho do Brasil, Santos Dumont e os aviões, dirigíveis etc e Vital Brazil e o soro antiofídico.


Além da coleção, já escrevi outros títulos infantis que ainda não lancei, e agora para um público adulto, escrevi A Maldição da Boiúna, sem sair do tema Brasil, usei um folclore do Pará e escrevi esse conto de terror para a antalogia Contos de halloween vol.2 , que foi lançado agora no final de outubro.

4- Como funciona o seu processo criativo de escrita?


Eu uso como start temas do meu dia a dia, principalmente meus filhos e para meus filhos e procuro manter as histórias bem brasileiras, geralmente para não travar numa história, tenho alguns projetos que caminham juntos, então quando acho que a história não está fluindo, trabalho a outra, assim não me sinto improdutiva.


5- Qual o seu objetivo com as histórias que você escreve?


O objetivo inicial ainda se mantém, que é escrever sobre nossa cultura. Seja para crianças ou para os adultos.


Mas ainda estou começando e me descobrindo como escritora, então não descarto a possibilidade de escrever sobre outros temas no futuro.


6- Você é assinante do Alerta Literário. Como tem sido a sua experiência com o Alerta?


A assinatura é um facilitador para quem quer se dedicar à escrita.


As pessoas acabam deixando de produzir para fazer pesquisas na internet, e acaba perdendo o foco naturalmente com a quantidade de informações que vem quando a gente abre um site de pesquisas, desviando do assunto principal e com a assinatura da LPS, isso diminui sensivelmente, pois está tudo ali num só lugar.


Todo o trabalho da busca, pesquisa já está feito, é só sentar e trabalhar!


7- Considerações finais.


Aproveitando esse espaço, gostaria de parabenizar o LPS com esse trabalho incrível que vocês realizam, juntando em um só lugar todos os concursos sérios que aparecem em língua portuguesa.


Eu estou muito feliz com o serviço que me possibilitou diversificar minha escrita e participar de um novo livro, com outro tipo de público e espero que seja o primeiro concurso que participei de muitos que virão!


Gostaria também de agradecer pela oportunidade incrível de estar aqui com vocês divulgando um pouquinho do meu trabalho! Fui recebida de portas abertas! Obrigada mais uma vez. E espero poder voltar logo em breve com mais novidades!


Assista a entrevista na íntegra clicando aqui. Saiba mais sobre a autora em @nuzia Entrevista realizada entre 01/11/23 e 04/11/23*

 

Publicidade: fique por dentro das melhores oportunidades do mundo para autores. Clique aqui para saber mais!

 




Commentaires


bottom of page