top of page

Ela apresentou sua obra em um dos maiores eventos de criatividade do mundo

Marília Nascimento é autora de "Vidas, vindas, idas" obra selecionada para participar do ciclo de apresentações do Rio2C, edição 2023, que ocorreu em abril.

Marília Nascimento é escritora, leitora, estudante de Direito e fã de carteirinha da literatura nacional.


Costuma ler autores como Vanessa Passos, Conceição Evaristo e Itamar Vieira Júnior.


Em 14 de abril de 2023, Marília se apresentou em um dos maiores palcos de criatividade do mundo, falando sobre sua obra para os maiores players do mercado audiovisual e editorial.


O Pitching Creator do Rio 2C (onde Marília Nascimento se apresentou) é uma grande oportunidade para autores apresentarem suas obras originais e terem a chance de tê-las transformadas em projetos de longa-metragem ou série.


Leia a entrevista na íntegra com a autora

1 - Marília, recentemente você foi selecionada para apresentar o seu livro (Vidas, vindas, idas) no Rio2C. Como foi a experiência?


Foi incrível! Eu lancei "Vidas, vindas, idas" durante a pandemia, então não havia tido ainda a oportunidade de participar de eventos, de forma presencial, para a divulgação da obra.


O Rio 2C é um evento de uma proporção enorme e eu ainda não o conhecia. Quando cheguei lá, foi muito além do que eu imaginei.


A emoção tomou conta de mim quando vi meu nome e do livro que eu havia escrito na porta da sala. Foi quando minha ficha caiu de onde eu havia chegado.


Foi meu primeiro pitching, recebi muitos feedbacks positivos depois da apresentação, o que me deixou ainda mais feliz.


Também pude prestigiar outras partes do evento e fiquei encantada em ver arte, esporte, literatura, moda…a cultura, no geral, sendo celebrada e disseminada com a grandeza que merece.

2 - Agora, vamos voltar ao seu passado. Como foi o início da sua jornada na literatura?


Enquanto leitora, minha jornada na literatura começou antes mesmo de saber ler. Eu ganhava livros de presente, minha mãe lia as histórias e eu as decorava.


Pegava os livros, passava as páginas, via as imagens e recordava toda a história contada. Depois que aprendi a ler, aos 3 anos de idade, não parei mais.


Mais para frente, passei a escrever algumas coisas, histórias e textos sobre o que sentia, mas nada profissional.


Foi durante uma conversa com minha irmã mais nova, em 2020, que eu decidi escrever um romance e publicá-lo.

3 - Quais histórias você já escreveu ou publicou?


Eu publiquei "Vidas, vindas, idas" e estou trabalhando na escrita de outras duas obras.

4 - Como é o seu processo de escrita?


Primeiro, surge uma mensagem que eu sinto a necessidade de compartilhar. Essa mensagem surge de situações da vida mesmo, costumo dizer que viver é minha maior inspiração para a escrita.


Depois disso, a história começa a se desenhar na minha cabeça, então eu estruturo seu final.


Quando eu começo a escrever um livro, já sei como ele vai acabar. Traço o perfil de cada personagem e uso bastante a música como companheira, para me ajudar com o impulso de criação de cada capítulo.

5 - Você é assinante do Alerta Literário. Como tem sido a sua experiência com o Alerta?


Quando eu comecei no mundo literário, havia muita coisa que eu não sabia. Eu não conhecia os prêmios literários, por exemplo.


E vejo que o mercado é algo bem desafiador. Muitas oportunidades são perdidas por falta de conhecimento e uma delas pode ser a virada de chave que você está esperando.


O Alerta apareceu para dar esse suporte de comunicação. Minha experiência tem sido muito boa, tanto que até já renovei minha assinatura e fiquei sabendo do Rio 2C através de vocês.

6 - Considerações finais.


Eu me senti muito honrada com o convite para essa entrevista. Quero agradecer por todo apoio e incentivo que recebo de vocês.


É algo de extrema importância, para mim, saber que a mensagem que tento passar está sendo recebida.


Espero que sigamos juntos promovendo, cada vez mais, a literatura brasileira atual que - sem síndrome de vira-lata - é de qualidade, é agregadora, é significativa.


É importante que as vozes sejam ouvidas , cada ponto de vista importa, para a literatura e até para o nosso crescimento enquanto humanidade.


Assista a entrevista na íntegra com a autora clicando aqui.


Saiba mais sobre a autora em @mnarravidas

 

Entrevista realizada entre 16/08/23 e 19/08/23*

コメント


bottom of page