top of page

Prêmio Off Flip de Literatura: R$30 mil em prêmios + estadia em Paraty

Com as inscrições gratuitas e abertas até 15 de outubro de 2023, o prêmio literário visa reconhecer textos inéditos nas categorias Conto, Poesia e Crônica. Veja também a entrevista completa com o curador do prêmio.

As inscrições para o Prêmio Off Flip de Literatura estão abertas até o dia 15 de outubro de 2023.


O prêmio literário visa reconhecer textos inéditos nas categorias Conto, Poesia e Crônica.

O valor total em prêmios é R$30 mil, que serão divididos da seguinte forma:


  • 1º lugar de cada categoria: 4 mil reais, estadia em Paraty-RJ durante a FLIP 2024 (com direito a acompanhante) e participação em mesa de debate no evento de premiação (Polo Sociocultural Sesc Paraty);


  • 2º lugar de cada categoria: 3 mil reais + 500 reais em cupom (livros do Selo Off Flip) + cadernetas do Selo;


  • 3º lugar de cada categoria: 2 mil reais + 500 reais em cupom (livros do Selo Off Flip) + cadernetas do Selo.


Vantagens e desvantagens do Prêmio Off Flip de Literatura


O Prêmio Off Flip de Literatura traz vantagens como:

  • premiação em dinheiro;

  • estadia com acompanhante, em Paraty, durante a FLIP (Festa Literária de Paraty) para àqueles que ficarem em primeiro lugar;

  • publicação;

  • inscrição por meio digital;

  • sem taxa de inscrição;

  • tema livre.

Já entre as desvantagens está a cota de participação. Por se tratar de uma publicação de forma colaborativa, cada pessoa selecionada para participar da coletânea deverá arcar com a quantia de R$240.


Quem organiza o Prêmio Off Flip de Literatura?

O prêmio literário é organizado pela editora Selo Off Flip, com sede em Paraty-RJ.


Quem pode participar?


De acordo com o edital oficial desta premiação, podem participar autores de qualquer nacionalidade residentes no Brasil e brasileiros residentes no exterior, que tenham completado 16 anos de idade ao realizarem a inscrição.


O que os autores vão ganhar?


O valor total em prêmios é R$30 mil, que serão divididos da seguinte forma:


  • 1º lugar de cada categoria: 4 mil reais, estadia em Paraty-RJ durante a FLIP 2024 (com direito a acompanhante) e participação em mesa de debate no evento de premiação (Polo Sociocultural Sesc Paraty);


  • 2º lugar de cada categoria: 3 mil reais + 500 reais em cupom (livros do Selo Off Flip) + cadernetas do Selo;


  • 3º lugar de cada categoria: 2 mil reais + 500 reais em cupom (livros do Selo Off Flip) + cadernetas do Selo.

Entrevista


Em entrevista exclusiva, o escritor Ovídio Poli Junior (curador do Prêmio Off Flip de Literatura) deu mais informações sobre a premiação. Veja!


Entrevista com Ovídio Poli Junior, curador do Prêmio Off Flip de Literatura

Ovídio Poli Junior, curador do Prêmio Off Flip de Literatura
Foto por: Duda Oliveira

1- Como e quando a editora Selo Off Flip foi fundada?


A editora nasceu em 2008, quando fazíamos uma ampla e pioneira programação literária paralela à FLIP (reunindo centenas de autores em mesas de debate, saraus, lançamentos) em dezenas de espaços na cidade de Paraty (pousadas, bares, praças, espaços culturais, em casas, nas ruas etc.).


Isso durou mais de dez anos, com programação gratuita e aberta ao público.


2- Que tipo de trabalho vocês realizam na editora?


Nosso trabalho é de chancela (daí o nome Selo), publicamos textos de qualidade dando atenção não apenas ao aspecto gráfico, mas também ao aspecto editorial.


Fazemos o Prêmio Off Flip de Literatura desde 2006, além de parcerias com festas literárias e feiras de livro no Brasil e no exterior, mesas de debate, palestras e oficinas literárias.


Priorizamos obras coletivas (antologias, coletâneas), mas também publicamos livros solo.


Somos uma editora alternativa, uma editora de passagem (ficamos contentes quando os autores encontram visibilidade conosco e recebem convite para outras casas editoriais).


3- O que uma pessoa precisa fazer para ser publicada pelo Selo Off Flip?


Gostamos de editar obras coletivas em regime colaborativo (antologias temáticas, destinadas a segmentos, coletâneas com premiações etc.).


Todos os anos lançamos editais específicos, divulgados em nosso site e em nossa página no Instagram.


Antes da pandemia, publicamos títulos individuais em parceria com os autores (pretendemos retomar e reformular esse modelo em 2025, a partir de chamadas públicas).

E retomar nosso programa de bolsas de criação e residência literária, que foi interrompido.


4- Quais são os títulos mais conhecidos de vocês?


Citaria aqui Tabasco (longo poema de Lucila Nogueira sobre a cultura maia, finalista do Prêmio Portugal Telecom) e Contagem regressiva (romance de Vanessa Maranha, finalista do Prêmio São Paulo de Literatura, que está fora de catálogo).


Destacaria também Terra Brasilis (poemas iconoclastas sobre a Independência que escrevi em Paraty e recebeu duas importantes premiações: Ministério da Cultura e Governo do RJ).


5- Uma dica para os autores que vão participar do Prêmio Off Flip de Literatura 2024...


Uma boa dica seria ler as coletâneas publicadas, para conhecer com mais proximidade o perfil do Prêmio.


Na edição 2024, além da edição impressa, teremos os e-books (com distribuição gratuita e livre compartilhamento), o que aumentará a visibilidade dos textos e facilitará o acesso a um público ainda mais amplo.


E ler o regulamento, temos centenas de textos desclassificados todos os anos, alguns por desatenção e muitos por não ter lido mesmo...


6- Como você enxerga o momento atual da literatura brasileira?


Acho que a literatura está passando por um forte processo de segmentação - o que é importantíssimo considerando-se a expressão literária de grupos identitários historicamente marginalizados em nosso país (negros, mulheres, indígenas, LGBTQIA+), mas por vezes acaba por confinar obras e autores a uma esfera muito mais política e histórica do que propriamente literária.


Mas essa é uma etapa de transição, a expressão estética desses segmentos tende a se libertar dessas amarras e a se impor de modo ainda mais contundente.


7- O que esperar do mercado editorial para os próximos anos?


O mercado editorial é como uma palmeira: dobra-se a favor do vento. E mudanças climáticas drásticas estão para se anunciar: penso aqui na fusão tecnológica da IA com impressão por demanda, autopublicação, boom de editoras independentes e coletivos literários que buscam formas alternativas de trabalho (financiamento coletivo, coworking etc.).


É um cenário desafiador. Mas as editoras e livrarias ainda serão necessárias (curadoria, chancela etc.), assim como os escritores e escritoras: não se pode substituir a criatividade por máquinas, por mais sofisticadas que sejam. Esse traço humano sempre vai existir.


8- Considerações finais


Gostaria de agradecer a LPS pelo convite para esta entrevista e pelo excelente trabalho de difusão que vocês realizam, de forma extremamente organizada e dedicada.


Esperamos que em breve a LPS se torne um portal literário, ampliando seus projetos cada vez mais.


Conclusão


Com inscrições abertas até 15 de outubro de 2023, o Prêmio Off Flip de Literatura é uma boa oportunidade para escritores de todo o Brasil.



Boa sorte!

 

Entrevista realizada entre 28 e 31 de agosto de 2023*

 

Fontes adicionais: Selo Off Flip

Comments


bottom of page